blog, posts

O Luxo e a Sustentabilidade

Talvez caiba aos diversos segmentos do luxo, tradicionais puxadores de tendências, um papel de destaque nesse movimento em busca de uma atuação corporativa mais sustentável A preocupação das empresas com o impacto social e ambiental de sua atuação tem sido, felizmente, crescente. Além da conscientização de algumas companhias, há a positiva influência exercida pela sociedade, que acaba por contribuir para regular, via pressões de mercado, algumas atividades. Os consumidores, em especial os mais jovens, vêm buscando maior engajamento com as empresas que compartilham de suas convicções: mais que “o que”, questionam “por que” comprar de uma determinada marca. E, consequentemente, por que não comprar de uma outra. Talvez caiba aos diversos segmentos do luxo, tradicionais puxadores de tendências para os demais negócios de varejo e serviços, um papel de destaque nesse movimento em busca de uma atuação corporativa mais sustentável. Em primeiro lugar, porque parte importante do sucesso dos empreendimentos voltados a clientes de alto padrão de consumo reside no controle rigoroso da qualidade dos insumos que utilizam em seus produtos e serviços. Tal controle, que inclui, naturalmente, conhecer as origens de tais insumos, permite a detecção e rejeição de fontes que adotem práticas não responsáveis. Também internamente é de se esperar de tais marcas uma atuação social responsável. O treinamento de um artesão pode levar anos e geralmente é longa sua permanência na empresa. Dados os índices reduzidos de turnover em comparação com muitas outras, é natural que as empresas ligadas ao luxo atuem no sentido de garantir o bem estar e a justiça entre seus colaboradores, o que também resulta no desenvolvimento social em seu entorno. Em terceiro lugar, a durabilidade dos produtos é um dos pilares do luxo e combina perfeitamente com a ideia de consumir menos itens e desfrutar deles por mais tempo. Um produto dessa categoria tem vocação para passar por gerações, o que contrasta com rapidez de compra e descarte que move o fast fashion, por exemplo. Algumas iniciativas… Veja a matéria completa em:  “O Luxo e a Sustentabilidade“ , Mundo do Marketing.