Good Contents Are Everywhere, But Here, We Deliver The Best of The Best.Please Hold on!
blog, posts
A Economia Criativa nunca esteve tão presente na pauta da TV Globo como agora. Um viva. Aos 50 anos recém-completados, o que a maior emissora do país quer se conectar com os jovens e, nesse sentido, vem elaborando um movimento de reconhecimento e aproximação de mentes criativas não necessariamente forjadas lá dentro. Esse movimento, que vinha acontecento gradualmente, ganhou um reforço há três anos com a chegada do publicitário Sérgio Valente, 51, ex-presidente da DM9DDB, para ser o diretor de Comunicação da Globo. keep reading
0

blog, posts
Ainda considerada uma prática e um conceito recente, a economia colaborativa avança sobre os meios tradicionais de produção e consumo gerando uma nova forma de relação econômica entre pessoas, empresas e governos. Caracterizada mais pela condição de uso e não de posse, se traduz em ações e modelos de negócios cada vez mais comuns e que estão deixando de lado a pecha de excêntricos, destinados a nichos ou a quem não tem capacidade financeira de consumo. O consumo colaborativo privilegia o “uso” em detrimento às “posses”, seja por meio de troca, compartilhamento, empréstimo, locação ou doação. keep reading
0

blog, posts
Para vocês me entenderem bem, observem o trabalho das APAES, das igrejas, das associações civis, cooperativas, organizações não governamentais (Médico Sem Fronteiras, WWF, Greenpeace e mais), a força do voluntariado, todas elas somadas, nos países que foram estudados, são responsáveis por contribuírem com 5% do PIB. No Brasil, sem os dados bem avaliados, creio que se aproxima também deste número. keep reading
0

blog, posts
Tanto as pessoas quanto as empresas, que nada mais são do que pessoas, estão sentindo na pele os efeitos da crise pela qual o Brasil está passando. Segundo o IBGE, em fevereiro de 2016, o desemprego chegou a 10,4 milhões de pessoas e em março, os pedidos de falência cresceram 25,2% em comparação a 2015 – 88% são pequenas empresas, de acordo com pesquisa da Boa Vista SCPC. Porém, as startups parecem responder à crise de maneira diferente e muitas têm aproveitado o momento de incerteza. keep reading
0

blog, posts
Em um país com proporções continentais como o Brasil, a dificuldade em erradicar desigualdades sociais e promover o básico para áreas carentes como saúde, educação e meio ambiente esbarra não só na necessidade de políticas públicas, mas também em um mercado que pode ser lucrativo e sustentável para o setor privado: os negócios de impacto social. keep reading
0

PREVIOUS POSTSPage 1 of 36NO NEW POSTS