blog

Nova tendência de consumo, economia colaborativa é tema de debate

Com a mudança na forma de consumo, a economia colaborativa ganha espaço no dia a dia das pessoas com a ideia de comprar menos, reutilizar sempre e compartilhar mais. Essa nova tendência é tema do Congresso FNQ de Excelência em Gestão, nesta quarta-feira (22), em São Paulo.

Sustentada pelos pilares pessoas, tecnologia e sustentabilidade, a economia colaborativa conecta os indivíduos com interesses e necessidades em comum, contribuindo para a redução do desperdício e a maior eficiência no uso de recursos naturais. De acordo com levantamento do Instituto de Pesquisa e Opinião Pública Market Analysis de 2015, 20% dos brasileiros já estão familiarizados com esse tipo de consumo, e a expectativa de receita do setor para este ano é de US$ 15 bilhões, devendo chegar a US$ 335 bilhões até 2025.

São exemplos dessa nova era OLX, PegCar, BlaBlaCar e Pet Anjo, empresas que participam do painel “Empresas de Negócios Compartilhados”, mediado por Dora Kaufman, doutora em redes digitais pela ECA-USP (Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo). Para trazer as perspectivas econômicas do Brasil, a jornalista Miriam Leitão fará uma análise sobre o cenário atual e suas perspectivas para o futuro.

Na sequência, Alexandre Caldini será o condutor da sessão de perguntas e respostas. Para finalizar o evento, Cláudia Vassalo será a moderadora do painel “Empresas tradicionais e o novo modelo de negócio”, que contará com as empresas Google, Natura e Kantar Ibope Media, que comentarão as ações, estratégias e perspectivas para essa nova realidade global. Realizado anualmente pela FNQ (Fundação Nacional da Qualidade), parceira do Prêmio Empreendedor Social, o Congresso promove debate, compartilhamento e aprendizado de temas relevantes e tendências inovadoras sobre a gestão. Veja a matéria completa em: , Deskovery.